Buscar

O que é visual merchandising?

Você sabe o que é visual merchandising e para o que ele serve? Nesse post, vamos mostrar a importância dessa estratégia para o varejo. Confira!



Cada vez mais a preocupação com a identidade visual das marcas está aumentando e, com isso, a concorrência fica ainda mais acirrada.


A comunicação de maneira direta, objetiva e emocional é uma forma de se diferenciar dos demais e levar exclusividade para a sua marca.


Dentre os diversos meios de comunicação estão os jornais e revistas, a televisão e o rádio, as mídias sociais, a promoção no ponto de venda e, por fim, o visual merchandising, que vem se tornando cada vez mais comum no mercado.


Primeiramente, vamos relembrar qual é o conceito de merchandising para entendermos melhor as suas ferramentas.


Merchandising é uma ferramenta de marketing cujo as técnicas têm finalidade de apresentar e repassar as informações sobre os produtos disponíveis no ponto de venda.


O objetivo das ações é sempre que as mercadorias tenham giro e rotatividade, para que não fiquem paradas por muito tempo no estoque.


No entanto, a finalidade principal da ferramenta, é chamar a atenção dos clientes que estão naquela determinada loja, fazendo com que eles se sintam atraídos por aquele produto.


Outra característica do merchandising no pdv é oferecer ao consumidor uma experiência única e diferenciada no momento da compra.


São ferramentas do merchandising:


  • Degustação;

  • Entrega de amostra grátis;

  • Demonstração de produtos;

  • Visual merchandising;

  • Entre outros.



Mas afinal, você sabe o que é visual merchandising?


O visual merchandising é uma estratégia de marketing que trabalha o ambiente do ponto de venda, com o intuito de criar uma identidade visual para a marca e influenciar o consumidor de maneira positiva.


No entanto, isso não diz respeito apenas à composição da vitrine de uma loja, mas sim de toda a organização e estrutura para tornar o ambiente propício para a compra.


Segundo a pesquisa “Hora certa de ativar o shopper”, feita anualmente pela Nielsen, empresa global de informação, dados e medição germânico-americana com sede em Nova York, nos Estados Unidos, mais de 70% das decisões de compra são realizadas na frente da gôndola, sendo que 50% destas são feitas por hábitos.


FONTE: https://bit.ly/2y80fU5


Ou seja, através de ferramentas utilizadas para a realização do merchandising no pdv, as pessoas se sentem atraídas por aquele determinado produto e, consequentemente, efetuam a compra por um certo “impulso”.


Por isso, o visual merchandising é tão importante para o varejo, pensando que a maioria das decisões de compra são tomadas dentro dele.


Realizando de forma correta, é possível transmitir uma boa experiência para o consumidor, tornando a sua relação com a marca ainda mais forte e fidelizada.



Como funciona o visual merchandising?


O visual merchandising é composto por três elementos básicos para ser compreendido. São eles:


  • Emissor;

  • Meio;

  • Receptor.


Neste caso, o emissor é propriamente a loja ou estabelecimento que quer transmitir uma mensagem. O meio é a estratégia que a marca vai utilizar para emitir essa mensagem (visual merchandising) e por fim, o receptor que seria o cliente.


Toda marca varejista precisa ter a responsabilidade de transmitir para o mercado o conceito da sua marca e, consequentemente, comunicar a identidade da marca em todos os pontos de contato com o consumidor final.


Além disso, toda exposição de um produto planejada e executada de forma que chame a atenção dos consumidores e faça com que ele tenha a vontade de adquiri-lo, pode ser considerado visual merchandising.


Devemos ter em mente que a loja deve apresentar aspectos que sejam convidativos, agradáveis e irão gerar a sensação de conforto para os clientes.


A iluminação da sua loja, por exemplo, é um dos principais itens que podem fazer que o seu cliente “corra” para fora do seu estabelecimento, ou nem entre nele.


Uma iluminação muito forte, em diferentes cores e posições podem gerar uma sensação de poluição visual e dificultar na visibilidade dos produtos.


Entretanto, uma loja com baixa iluminação também pode prejudicar a procura pelos produtos e fazer com que os consumidores desistam de estar ali.


Isso por que, 80% das nossas primeiras impressões sobre algo, são criadas através da visão.




Por isso, é fundamental o cuidado estético na exposição e divulgação da sua loja, isso poderá influenciar diretamente na decisão de compra do seu público-alvo.


O visual merchandising acontece desde o exterior da loja, como fachada e vitrines, até no interior da loja, como corredores, sonorização, exposição de produtos, provadores, etc.



Visual merchandising – Como colocar em prática?


Estimule os sentidos dos consumidores


Como já havíamos citado acima, sobre 80% das impressões criadas através da visão, o restante é dividido nos outros sentidos, sendo 11% pela audição, 3,5% pelo olfato, 1,5% pelo tato e 1,0% pelo paladar.


Por isso, é fundamental a aplicação das estratégias de marketing sensorial, para criar empatia e identificação do seu público com a sua marca.


São aspectos sensoriais:


  • Iluminação equilibrada e mobília harmoniosa (visão);

  • Aromas relacionados a sua loja (olfato)

  • Músicas ambientes relacionados a sua loja (audição);

  • Degustação de alimentos (paladar);

  • Demonstração do produto (tato).



Layout da loja

É importante que o cliente consiga visualizar se a sua loja está organizada e com o espaço bem distribuído.


Em uma loja de vestuário feminino, por exemplo, é muito importante saber dividir por subdepartamentos, como roupas de festa, verão, inverno, básicas, etc.


Existe um tipo muito comum de divisão de produtos para a melhora do layout da loja, a divisão em pontos frios e quentes, ou seja, onde se vende mais e menos.


Por exemplo, produtos e marcas que vendem mais, podem ser inseridos em um ponto frio para ajudar no aumento das vendas deste local.


E os pontos quentes podem ser um bom aliado para as peças que ainda não chamaram a atenção do consumidor.



Acessibilidade


A acessibilidade é uma das questões mais importantes no momento de pensar sobre o visual merchandising da sua loja.


Oferecer os produtos de forma acessível para os clientes é fundamental, desde o momento de estacionar o carro, rampas de acesso, corrimões para a segurança, até o espaço entre os corredores.


Decoração


É fundamental que a decoração esteja totalmente de acordo com o produto que está sendo oferecido e, principalmente, com o perfil do seu público-alvo.


Para isso, é preciso analisar e entender profundamente quais são as necessidades e desejos dos consumidores para ter certeza do que irá oferecer para eles.



Aproveite datas sazonais


Certamente as empresas preparam os seus estoques para vender ainda mais nas datas comemorativas, mas é essencial que a aparência da sua loja também esteja de acordo com a data a ser comemorada.


Investir em temas atrativos e criativos vai despertar a curiosidade e interesse de quem está passando na frente dela.


Dito isso, você sabia que os materiais impressos podem ser grandes aliados no visual merchandising do seu estabelecimento?



Por isso, listamos alguns desses materiais que farão a diferença no momento de divulgar a sua marca.


Importância dos materiais impressos para o ponto de venda


Já sabemos que mais de 70% dos consumidores decidem o que vão comprar no próprio ponto de venda. Por isso, os materiais impressos são muito importantes para a divulgação e exposição dos produtos, além de serem fundamentais para atrair os consumidores para o seu PDV.


São também definidos como sinalizações para visual merchandising que têm como objetivos:


  • Relembrar;

  • Persuadir;

  • Indicar a posição;

  • Expor;

  • Induzir à compra de um produto/serviço.

Os materiais de PDV apresentam uma grande vantagem: a mobilidade. Com a possibilidade de serem transportadas para diferentes locais, tornam-se uma opção muito versátil.


Agora que sabemos a importância dos materiais impressos, vamos te mostrar quais são os mais comuns, eficientes e criativos, que serão muito eficientes no momento de chamar a atenção do consumidor para o seu ponto de venda. São eles:


Experimente fazer esses materiais em diversas texturas, cores, formatos e facas especiais.

Isso garantirá um diferencial competitivo em relação aos concorrentes.


Existem três aspectos muito importantes que não podem ser esquecidos:


  • Visibilidade: Deixe seu material visível aos olhos dos consumidores e, além disso, tente diferenciá-lo ao máximo dos produtos da concorrência.

  • Espaço: Os materiais devem demarcar o espaço e isolar os produtos do concorrente.

  • Informações claras: os materiais devem ter informações claras e objetivas.


Gostou das dicas? No blog da Promopress Gráfica tem outros artigos incríveis para ajudar a alavancar as vendas do seu ponto de venda.



Além disso, aproveite para solicitar os materiais impressos para a sua loja e garantir excelência em qualidade de impressão. Acesse www.promopress.com.br!

0 visualização
FALE CONOSCO
Gráfica Promopress
Av. Guilherme Cotching, 610
Vila Maria - São Paulo – SP - CEP: 02113-010
Reclamações, Sugestões ou Dúvidas, favor entrar em contato com nosso SAC pelo e-mail: sac@promopress.com.br
Ligue agora: 11 3126-3126
  • Facebook
  • Instagram
  • Ícone cinza LinkedIn
  • Cinza ícone do YouTube
Logo-Promopress.png