Buscar

Marketing operacional – O que é?

Você sabe o que é marketing operacional? Nesse post, vamos te explicar e te dar dicas para você implementar essa estratégia tão eficiente para as empresa. Confira!



O marketing operacional é constituído pelas operações que contribuem para concretização rápida e eficaz dos objetivos estratégicos da empresa.


Tem um horizonte de atuação de curto prazo, com planos geralmente feitos para um ano, e compreende o desenvolvimento e organização de estratégias de desenvolvimento ligadas aos 4P’s do mix de marketing.


Dessa forma, é o marketing operacional que tem por objetivo tornar o produto e serviço mais conhecido nos mercados, para que se torne mais eficaz na distribuição e vendido a um preço mais vantajoso.


Isso é feito através de medidas concretas, como melhoria da visibilidade do produto por meio de publicidade ou merchandising, por exemplo.



Para o marketing operacional a prioridade, sobre a base sólida da fase anterior do marketing estratégico, é criar um organismo de vendas eficiente.


A empresa que compreender melhor as características de seu mercado em termos de crescimento, da evolução e de suas necessidades, poderá então aperfeiçoar sua politica de produtos e de serviços.


Além disso, a empresa deve adaptar sua oferta à segmentação de mercado ou ainda se apoiar sobre uma estratégia de marca afim de ampliar seu campo de ação.


Quais os principais desafios do marketing operacional?


  • Transformar os objetivos imprecisos em precisos;

  • Prever os custos e definir seus limites;

  • Controlar o tempo e não se deixar dominar por ele;

  • Obter sucesso no lançamento de novos produtos;

  • Garantir um bom futuro à sua equipe;

  • Saber transformar seu cliente na verdadeira razão de ser de sua empresa.



Eixos operacionais: Como colocar em prática?


Pense no eixo operacional como todas as áreas que guiam a empresa até o objetivo principal, sendo elas:

  • Produção;

  • Logística;

  • Marketing;

  • Financeiro;

  • Vendas;

  • Tecnologia da informação.


É muito difícil encontrar o equilíbrio perfeito entre operação e estratégia. Existem momentos onde os esforços estarão voltados para definir novas estratégias, o que prejudicará a fluidez da operação.


Também vão existir momentos onde a operação estará fluindo e a estratégia acabará saindo dos trilhos, sendo perceptível apenas quando o impacto for observado nos resultados.


O ideal é ter consciência dos ciclos de prioridades, observando com cuidado as alterações e mudando o foco de acordo com as necessidades do momento.



Definição e acompanhamento de metas


O marketing operacional é baseado em definição e acompanhamento de metas, como metas de vendas, de margem de lucro, de participação de mercado, ticket médio, etc.


No caso do marketing digital, outras metas podem ser essenciais no plano operacional, como, por exemplo o número de leads gerados, custo por lead, custo por aquisição, dentre outros.


Além disso, é preciso para definição e acompanhamento das metas, definir o plano de como elas serão alcançadas.



4P’s

Produto

Você poderá alterar a qualidade, a embalagem, tamanho, marca, etc.


Preço


O preço é uma variável muito importante, principalmente em mercados muito competitivos ou de produtos de baixo custo.


Praça


A distribuição de seus produtos e serviços. Caso você precise de um grande número de consumidores, essa variável pode definir a sobrevivência do seu negócio.


Promoção


É como você comunica seu produto para os consumidores. Você pode utilizar veículos de comunicação de massa, especializadas ou individual.


Produção, estocagem e distribuição


O marketing operacional irá orientar como os canais de distribuição irão se comunicar com o cliente.


Ele vai definir se o cliente deseja receber seu produto em casa ou retirá-lo na loja e quanto isso afetará na margem de lucro, por exemplo.



Características do marketing operacional


Pensamento de curto prazo


O marketing operacional pensa no hoje, no atingimento das metas, em vendas e na entrega do dia-a-dia.


Focado em táticas


O principal objetivo é orientar a empresa para chegar no planejamento estratégico, ou seja, o “como fazer”.


Alta reversibilidade

Por fazer parte das atividades do dia-a-dia da empresa, pode ser monitorado e alterado em um curto período de tempo.


  • Leva à prática as ações previstas no planejamento;

  • Pode estar ligado à criação/lançamento do produto ou serviço;

  • Segue com o desenvolvimento de campanhas nos canais escolhidos;

  • Envolve o dono e todos os colaboradores da empresa;

  • Completa-se com o pós-venda e a estratégia de fidelização.



O que é planejamento operacional?


É o segundo nível do seu planejamento e vem seguido do planejamento estratégico, e como falamos, ele estuda e planeja os meios de tornar os objetivos da fase anterior possíveis.


Essa é uma definição bem curta para falas dos diferentes tipos de planejamentos, mas a gente já volta a falar sobre o marketing operacional.


FONTE: https://bit.ly/2CQCkZk


Diferenças entre estratégico e operacional


No mundo empresarial existe uma série de conceitos que são assumidos como certos, mas costumam ser mal compreendidos.


Um desses conceitos é a diferença entre estratégia e operação, mais ainda, a diferença entre os planejamentos mais estratégicos os processos operacionais.


Quando estes conceitos estão confusos, é comum encontrarmos conflitos entre áreas, planejamentos que não são concluídos e falha no andamento dos projetos.


Pode parecer uma diferença simples, uma questão de nomenclatura, mas na prática são visões que precisam estar claras para todos na empresa, evitando ruídos e conflitos.


planejamento estratégico possuí as seguintes características:


  • Formulação;

  • O que? Onde?;

  • Preocupa-se com o fim;

  • Define uma visão;

  • Busca na efetividade;

  • Trabalha com riscos.


Já o planejamento operacional traz uma abordagem mais focada, sendo elas:


  • Implementação;

  • Como?

  • Preocupa-se com o meio;

  • Define um plano;

  • Busca eficiência;

  • Trabalha com controle.


É muito difícil – alguns consideram quase impossível – alcançar o equilíbrio perfeito entre operação e estratégia. Existem momentos onde os esforços estarão voltados para definir novas estratégias, o que prejudicará a fluidez da operação.


Também vão existir momentos onde a operação estará fluindo e a estratégia acabará saindo dos trilhos, sendo perceptível apenas quando o impacto for observado nos resultados.


O ideal é ter consciência dos ciclos de prioridades, observando com cuidado as alterações e mudando o foco de acordo com as necessidades do momento.


FONTE: https://bit.ly/2FOVWP8


Dicas para mudar do marketing estratégico para o operacional


Como ter êxito na passagem do marketing estratégico para o campo operacional?


  • Tenha disciplina, mantenha o foco e siga aquilo que planejou;

  • Esteja atento para perceber rapidamente se os resultados da ação serão comprometidos;

  • Se for necessário mudar, esteja preparado para colocar o plano B em prática.




475 visualizações
FALE CONOSCO
Gráfica Promopress
Av. Guilherme Cotching, 610
Vila Maria - São Paulo – SP - CEP: 02113-010
Reclamações, Sugestões ou Dúvidas, favor entrar em contato com nosso SAC pelo e-mail: sac@promopress.com.br
Ligue agora: 11 3126-3126
  • Facebook
  • Instagram
  • Ícone cinza LinkedIn
  • Cinza ícone do YouTube
Logo-Promopress.png