Buscar

Vantagens da impressão digital

Um dos conceitos mais debatidos no universo gráfico é a impressão digital, que é um dos métodos bastante utilizados na indústria gráfica. Confira nesse post!



Por vezes, ele é confundido com a impressão offset, mas não se engane achando isso, porque são conceitos totalmente diferentes.


Você sabe o que é impressão offset?


Offset é uma palavra que vem da expressão offset litography, que em português quer dizer litografia fora do lugar, que faz menção à impressão indireta, ou seja, o papel não tem contato direto com a matriz.


Etapas da impressão


Como você já deve ter percebido, a impressão offset é indireta, ou seja, a imagem não é impressa diretamente no material.


Entretanto, por conta da superfície da chapa onde a mesma fica, tem pouca fricção com ele, acarretando em um resultado borrado.


Para te ajudar, listamos cada uma das etapas de impressão offset de modo simplificado:


  1. Pega-se uma chapa metálica já preparada para tornar-se foto-sensível;

  2. Prende-se a chapa a um cilindro, que vai rolar por outro menor que já contém a tinta. Esta por sua vez, cola-se na imagem enquanto o restante fica em branco;

  3. Um cilindro com uma blanqueta de borracha rola por cima do primeiro cilindro, fazendo com que esta absorva a tinta e proporcione a fricção da mesma no papel, deixando impressa a imagem na blanqueta;

  4. Por fim, o papel passa entre o cilindro com a blanqueta e um outro cilindro, que vai fazer pressão, transferindo, dessa forma, a imagem para o papel.



Cuidados importantes


Por se tratar de uma impressão de tiragens grandes, todo o cuidado é pouco! Confira algumas precauções que as gráficas precisam tomar em relação a esse tipo de trabalho.


  • Cuidado com o carregamento da tinta, a imagem impressa na folha pode manchar ou colar o verso da folha seguinte;

  • Excesso de umidade atrasa a secagem dos impressos;

  • Nunca utilize arquivos de imagens, contornos ou preenchimentos em RGB, o ideal é trabalhar com a escala CMYK para evitar dores de cabeça.

  • Jamais trabalhe com imagens com baixa resolução.

  • Sangre o documento.

  • Power point, word e excel não são programas de editoração gráfica. Photoshop, Illustrator, Corel e Indesign são mais apropriados.

Impressão digital no nosso dia a dia


Muitas vezes ao longo do dia, temos contato com algum material impresso feito com essa técnica, e nem nos damos conta disso.


Cartões de visita, folders, convites e tantos outros impressos são frutos desse trabalho realizado com uma matriz digital.


Evoluindo cada vez mais durante os anos, o conceito de vantagens da impressão digital ganha cada vez mais espaço.


O processo de impressão digital tem ganhado a preferência quando se há a necessidade de imprimir o projeto de clientes com uma tiragem menos elevada a um valor mais em conta.

Mas, afinal de contas, o que é essa tal impressão digital que as pessoas tanto falam? No post de hoje, vamos bater um papo sobre esse assunto, a fim de solucionar todas as dúvidas a respeito disso.


Por isso, fique atento ao conteúdo, que no final você irá perceber que ele não tem nada a ver com aquele outro tipo de impressão mencionado anteriormente.



Conceito de impressão digital


Bastante comum dentro das gráficas, quando falamos em impressão digital estamos nos referindo ao registro de informações no qual a imagem é produzida.


Ou seja, partir da entrada de dados digitais, enviados diretamente do computador para a impressora de produção.


Para enviar os dados do computador para o papel não há necessidade de se criar uma matriz, pelo fato deles terem sido impressos por uma impressora.


Sendo assim, pode-se dizer que a imagem é gerada a partir da entrada de dados digitais direto do computador para a impressora de produção.


Esse tipo de impressão deu os seus primeiros passos lá nos anos 90, quando os métodos de impressão gráfica começaram a evoluir.


Antigamente, as impressões eram feitas apenas por meio das matrizes de chapas de alumínio, que eram uma espécie de negativo que deveria ser impresso, em um processo que existe até os dias de hoje e o chamamos de offset.


Mesmo oferecendo uma ótima qualidade de impressão, o offset pode sair bem caro para quem deseja fazer uma pequena quantidade de impressões, além de ser um processo um pouco mais demorado.


Fatores como a criação dos fotolitos, a montagem, gravação e revelação das chapas, a manutenção das máquinas de impressão, dentre outros custos, fizeram com que a impressão digital ganhasse cada vez mais importância no mercado.



Mais praticidade no dia a dia


Hoje, podemos afirmar que esse tipo de impressão está bastante presente no cotidiano, facilitando bastante a nossa vida.


Desde simples trabalhos escolares, passando pela impressão de folders, panfletos, cartões de visita, e até mesmo revistas e brindes, praticamente, tudo é feito a partir desse tipo de impressão.


Características da impressão digital


Esse método de impressão, assim como os demais, possui características únicas que o diferencia. A seguir, listamos as principais.


Além de possuir a flexibilidade de atender demandas menores (baixas tiragens), dispensa o uso de fotolitos e é feita em copiadoras coloridas (para pequenas tiragens até 200 cópias).



Pode ser feita também em plotters (para impressão de grandes formatos), impressoras de provas digitais e também as chamadas de impressoras digitais que imprimem grandes tiragens sem fotolitos.


Fonte: Wikipédia


Mercado em franco crescimento

Em expansão, a impressão digital, vista muitas vezes como mais “frágil” em relação à impressão offset hoje ganha novas tecnologias e ferramentas que a colocam muitas vezes em par de igualdades.


É o caso do acabamento com termolaminação, uma das vantagens do processo de impressão digital, que permite o revestimento a seco de cartões, por exemplo, preservando o material e ainda permitindo demais aplicações, como verniz localizado, entre outros.


Vantagens da impressão digital


  • Processo de impressão com mais agilidade;

  • Material impresso com ótima qualidade;

  • Tiragem reduzida = custos reduzidos;

  • Conteúdo personalizado com dados variados e comunicação individualizada;

  • Possibilidade de diferentes aplicações e produtos, como por exemplo, o uso de diversos materiais além do papel;

  • Rapidez no processo de secagem;

  • Prova igual ao produto final;

  • Simplificação do processo de impressão, dispensando o uso de chapas e fotolitos;

  • Reparação de cores é desnecessária, uma vez que não há variação de tom dentro de um mesmo lote.



Prazo de entrega 


Para prazos curtos, geralmente a esse tipo de impressão é a melhor opção. Se a quantidade não for muito grande, ainda mais indicada.


Dados variáveis


Imagine que você tem um evento e deseja imprimir 100 cartões para cada consultor de vendas da empresa. O problema é que eles são seis e, obviamente, os dados são diferentes para cada um deles.


Nesse caso, a impressão digital se encaixa como uma luva, já que na impressão offset, por exemplo, esse processo seria muito mais lento e muito mais caro.


Qualidade na impressão


Graças aos avanços tecnológicos no setor gráfico, a impressão digital é capaz de produzir uma ótima qualidade.


Versatilidade de impressão


Equipamentos permitem impressão em substratos diversos, papéis lisos, foscos, cintilantes, texturizados, pvc, uma infinidade de mídias.


A variedade de gramaturas que podem ser utilizadas por meio da impressão digital também é vasta, chegando até 300gr/m2, refletindo assim outro aspecto positivo de se optar por este processo de impressão.


Provas de impressão


As provas de impressão são muito mais baratas no modelo digital do que no modelo offset.


Isso porque na impressão offset existem custos fixos, independente da tiragem.


Custos de fotolitos, montagens, chapas, afinações de máquina, por exemplo.


Já o custo fixo da impressão digital é muito inferior, apesar de existente.


Devido ao aprimoramento das impressões digitais, assim como dos materiais utilizados como suportes (papéis, plásticos, adesivos, vinil, etc), a qualidade dos impressos passou a ser superior.


Como não há necessidade de uma matriz física de difícil manuseio e dispendiosa, tornou-se muito mais fácil confeccionar várias provas do material impresso antes de sua impressão definitiva, facilitando correções de texto e melhorando as combinações de cores.


Também passou a ser desnecessário se preocupar se o material imaginado realmente poderia se tornar uma matriz, pois ela foi extinta do processo, dando muito mais liberdade de criação aos designers.



Mas afinal, você sabe o que é prova de impressão digital?


O sistema de prova digital se dá por equipamentos bem similares às impressoras. Estas máquinas trabalham com a mais alta tecnologia em termos de definição de imagens.

Invés de fazer o processo literalmente em offset como ocorre com a prova de prelo, ela apenas simula o processo offset, chegando inclusive a reproduzir os pontos de retícula, até então gerados somente através do processo de um fotolito.


Desvantagens


Assim como existem as vantagens em usar esse tipo de impressão, em alguns momentos essa tecnologia não pode ser tão favorável para o seu orçamento.


Policromia


Dependendo da quantidade de cores que terá a sua peça, esse tipo de impressão pode sair mais caro.


Custo fixo


Não existe muita variação de custos quando você precisa trabalhar com esse tipo de impressão, ao contrário do sistema offset, que quanto maior for a quantidade de impressos, menor é o custo individual.


Além do mais, capacidades técnicas de impressão digital têm limitações a qualidade, a gama de toners conjunto de materiais impressos e a velocidade Imprimir (produção de alto volume).


Lembre-se sempre de dois detalhes:


  • Se o tempo de entrega é curto, esse tipo de impressão oferece sempre melhores prazos de entrega;

  • Esse tipo de impressão fornece provas de cor precisas.

De forma resumida…


Em resumo, podemos dizer que a impressão digital:


  • Tempos de execução muito menor;

  • Não precisa de reparação de cores, pois a primeira impressão é igual à última;

  • Tiragem exata; sem desperdícios e menos variações;

  • Custo mais menor até cerca de 1250 tiragens;

  • Impressão de dados variáveis.



Curtiu as vantagens da impressão digital e está certo de que por meio deste processo poderá aperfeiçoar suas produções gráficas e satisfazer as necessidades de seus clientes?


Que tal contar com a Promopress, uma empresa gráfica que conta com toda a infraestrutura em impressão digital e indústria gráfica em geral?


Não perca tempo, fale conosco hoje mesmo e usufrua o que há de melhor no setor da impressão digital.



0 visualização
FALE CONOSCO
Gráfica Promopress
Av. Guilherme Cotching, 610
Vila Maria - São Paulo – SP - CEP: 02113-010
Reclamações, Sugestões ou Dúvidas, favor entrar em contato com nosso SAC pelo e-mail: sac@promopress.com.br
Ligue agora: 11 3126-3126
  • Facebook
  • Instagram
  • Ícone cinza LinkedIn
  • Cinza ícone do YouTube
Logo-Promopress.png